10/11/2008

 Olá, tudo bom? Desculpem-me pela ausência demorada, mas eu estava esperando terminar o campeonato de Fórmula 1 deste ano para vir com este post. ^^ Vim falar do desempenho finlandês nos esportes em 2008.

 Bem, a Finlândia já chegou a ser uma grande potência olímpica, conquistando até o honrado lugar de 2ª melhor medalhista em 1924. Entretanto, este ano nas Olimpíadas de Pequim ela só obteve o 44º lugar, com uma medalha de ouro (Tiro), uma de prata (Remo) e duas de bronze (Tiro e Atletismo). Foi uma melhora em relação às olimpíadas anteriores, mas ainda muito longe do desempenho que o país costumava mostrar. Os atletas a conseguir esses feitos foram Satu Nummela, Sanna Sten, Minna Nieminen, Tero Pitkamaki e Henri Hakkinen. Hakkinen, aliás, é nome de um bicampeão finlandês de Fórmula 1.

 Aliás, a Finlândia tem grandes nomes no automobilismo. Juha Kankkunen, Ari Vatanen, Tommi Mäkkinen e Marcus Gronholm são só alguns exemplos de pilotos de Rali de sucesso. Na Fórmula 1, temos também os campeões Kimi Räikkönen e Mika Hakkinen, além do estreante Heikki Kovalainen. Vou falar um pouquinho dos meus favoritos:

 Kimi Räikkönen - A família Räikkönen era humilde e sem muitos recursos quando ele começou a correr, aos 3 anos. Após fazer sucesso no kart correu na Fórmula Renault e através de suas vitórias nela ascendeu à Fórmula 1, onde ganhou o título mundial ano passado.

 Mika Hakkinen - Bicampeão mundial de Fórmula 1, ganhou lindas disputas com Michael Schumacher. Atualmente trabalha auxiliando e prestando acessoria na carreira de jovens piloto. ^^

 Beijos, espero não demorar muito para voltar dessa vez. =) 

[Editado] Este blog ainda não se inscreveu em nenhum concurso, mas já está ganhando prêmios! Muito obrigada ao blog Análise F1 e I Love it Loud pelo lindo selo:

 Volto com os indicados no próximo post.

Beijos

Revelado por Lumi - Lílian Rose Black às 16h42

Enviar esta mensagem

11/10/2008

 Olá, tudo bom? Esbarrei com essa notícia completamente por um acaso no site do jornal Correio da Manhã e resolvi dividir com vocês. Não costumo publicar textos que não são da minha autoria mas, já dados os créditos, acho que eu não poderia redigir melhor do que Sabrina Hassanali. Aqui vai:

 

 “Desde 2000 que o antigo presidente da Finlândia era considerado um sério candidato ao Prémio Nobel da Paz quer pelo seu empenho na espinhosa questão do Kosovo, quer pelo seu inestimável contributo no acordo de paz entre o governo de Jacarta e o Movimento do Aceh Livre (2006). Mas só neste ano o Comité Nobel entendeu premiar Martti Ahtisaari, escolhendo-o entre outros 196 nomeados ‘pelos seus esforços, em vários continentes e durante mais de três décadas, para resolver conflitos internacionais’.
 ‘Naturalmente, estou muito honrado com a decisão do Comité Nobel, e também estou satisfeito’, declarou quando soube que tinha recebido o galardão, dotado de dez milhões de coroas suecas (cerca de um milhão de euros), que Ahtisaari vai canalizar para a organização não-governamental Crisis Management Iniative, que fundou logo após deixar a presidência da Finlândia (1994-2000).

 Diplomata por excelência, dedicou virtualmente toda a sua carreira a serviços externos, e foi neste campo que mais se distinguiu. Mas, enquanto presidente, não se pode deixar de recordar o seu protagonismo na adesão do seu país à União Europeia.

 No seu amplo historial diplomático destacam-se algumas missões que marcaram a sua carreira como mediador. Entre elas figuram o processo de independência da Namíbia, o acordo entre Aceh e Jacarta e a paz na Irlanda do Norte e nos Balcãs. Foi ele quem conseguiu que Moscovo convencesse o então líder sérvio Slobodan Milosevic a pôr fim às operações no Kosovo e foi ele o arquitecto da independência deste território.

 De todas as missões, considerou a da Namíbia a mais importante, por ter estado envolvido 13 anos nela. Aos 71 anos, Martti Ahtisaari não mostra sinais de cansaço. Diz-se empenhado como sempre em lutar por um Mundo mais pacífico.

A FIGURA: DIPLOMATA

Martti Oiva Kalevi Ahtisaari nasceu na cidade de Viipuri a 23 de Junho de 1937. Formou pela Universidade de Oulu em 1959 e em 1965 entrou para o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Finlândia, cuja presidência assumiu de 1994 até 2000. Dedicou mais de 30 anos à carreira diplomática. É casado e tem um filho.”

 Pois é, a Finlândia tem muitos cidadãos ilustres, pena que sejam tão pouco conhecidos!

 Beijos

[Editado] P.S.:

 Dei mais uma pesquisada e encontrei mais algumas informações a respeito desse ganhador do Prêmio Nobel da Paz. “Para quem não o conhece bem, ele parece alguém distante e pouco expansivo". "Mas as pessoas que trabalharam com ele elogiam seu 'charme e humor'". "Ele nunca desiste, mesmo quando há retrocessos". Lembra algum outro finlandês que vocês conheçam? A mim lembra claramente o Kimi. =)

[/Editado]

Revelado por Lumi - Lílian Rose Black às 23h53

Enviar esta mensagem

07/10/2008

O país dos celulares

 

Olá, tudo bom? Hoje vim falar de um aspecto pouco conhecido da Finlândia, os celulares! =) Viram que super-modermos esses aí encima? Então, eles foram desenhados pelo estúdio de design finlandês Provoke (um bom nome, não? =D) e não são excessão por lá. Pra quem não sabe, a Finlândia é a terra da Nokia (não, a Nokia não é japonesa u.u"), e os finlandeses têm muito orgulho disso! Aliás, é uma pegadinha normal com imigrantes perguntar se eles sabem de onde é essa empresa de telefonia. Eles não ficam muito felizes se você responder errado.

A Nokia foi fundada em 1865 e já tem quase 150 anos de história! Começou com Fredrik Idestam, como uma fábrica de papel nas margens de um rio no sudoeste da Finlândia. Hoje está presente em muitos países e é uma empresa bilhonária. Vocês podem dar uma olhada em modelos muito legais que só existem lá clicando aqui.

As mensagens de texto também são mania nacional. O celular é muito presente na Finlândia, principalmente através de torpedos. Mas mesmo lá, é muito mal-visto deixar o celular ligado em cinema, igrejas e outros.

Bem, por hoje fico por aqui. ^^

Beijos

Revelado por Lumi - Lílian Rose Black às 16h04

Enviar esta mensagem

30/09/2008

 
 Tenho ficado cada dia mais irritada com as opiniões preconceituosas a respeito da Finlândia. Os brasileiros todos parecem concordar que os finlandeses são todos frios, fechados, calados, alcoólatras... Nada poderia ser mais mentiroso. A Finlândia não é um país de alcoólatras, apesar de que lá se consome mais álcool do que aqui. Que brasileiro tem o direito de falar mal disso? Aqui a moda é ir pro boteco, beber muita cerveja, comer muita mulher e entornar muita caipirinha. Algumas pessoas deveriam se olhar no espelho antes de falar mal dos outros.

 Também se fala muito que os finlandeses são pessoas que deveriam se soltar mais, falar mais, entre outros. Como se eles fossem infelizes do jeito que são. Posso garantir uma coisa: eles não são “tristes”. Por algum motivo os brasileiros associam a efusividade à felicidade, mas estão errados: cada povo tem o seu jeito de ser feliz e de demonstrar essa felicidade.

 Os brasileiros são praticamente os únicos que deitam no chão onde todo mundo cospe, cachorro caga, gato mija, bêbado vomita, etc. Sentam um no colo do outro, falam eu te amo como se fosse bom-dia, fazem escândalos em público, transam na praia, pra todo mundo ver. E a gente gostaria de ser criticado por isso por um finlandês? Não!!! É apenas o nosso jeito de ser. Por que estaríamos errados?

 Brasileiro acha bonito falar coisas grosseiras aos outros, de preferência em voz alta e na frente de todos, sem qualquer privacidade. É o que os brazucas chamam de falar na cara, de ser sincero, de ser honesto... ora, os finlandeses sim é que são honestos! Podem guardar para si os sentimentos ao invés do famoso "falar na cara", mas os índices de corrupção do Brasil nem se comparam aos finlandeses. Deveríamos aprender com a suposta "desonestidade" deles como não desviar dinheiro público.

 Quase toda a Europa (talvez exceto pela Itália), os EUA, o Canadá, a Austrália, o Japão, a China e as Coréias são iguais ou similares à Finlândia no quesito demonstrar sentimentos. A África eu não conheço para opinar. É muito arrogante dizer que essa euforia nacional é superior ao jeito finlandês. Também não seria correto dizer que os finlandeses é que estão certos e nós errados, acho que cada um tem suas vantagens e desvantagens. Exemplo de arrogância: "Sabe o que eu acho, Alessandra, os jovens finlandeses (e suecos) deveriam passar um período de um ano fazendo estágio de vida no Brasil. Aprendendo como (...) se é feliz. Acho mesmo, sem brincadeira." Quem disse que nós sabemos viver e eles não? Estágio de vida? Essa garota deveria fazer um estágio em algum lugar onde se ensine a tolerância para com os outros povos.

 Na maioria das vezes cada um vai preferir o modo de viver do lugar em que nasceu. Não é o meu caso, eu fico um pouco deslocada aqui. Mas isso não me faz achar que a maioria dos brasileiros está errada, apenas que ela tem um modo de viver diferente do meu, mas que também não é inferior. Quase ninguém aqui aceita o meu jeito de ser, sempre fui ridicularizada, inferiorizada... nisso, sim, eu acho que os brasileiros estão errados: a falha está em se acharem superiores aos outros. Não só aos finlandeses, mas a quase toda a humanidade. E até aos próprios brasileiros que não se encaixam (tímidos), pois são rapidamente excluídos.

 O engraçado é que este lugar se acha a terra da tolerância, onde todos são iguais (?), o lugar de mil raças convivendo em harmonia... onde está a harmonia em momentos como esse? O fato de não estarmos em guerra civil não quer dizer que o preconceito não exista, apenas que ele não partiu para a violência física. Esse discurso só existe para manipular a massa e mantê-la coesa acima das divergências, pois conflitos internos são economicamente desinteressantes. Protestantes colocam fogo em terreiros de umbanda, descendentes de japoneses não se integram ao restante da sociedade, negros ganham salário inferior aos brancos de mesma profissão... só uma pequena elite branca e católica detém a esmagadora maior parte da riqueza do país. Criam-se mil programas de redistribuição de renda e cotas para tentar corrigir as distorções causadas pelos preconceitos e outros motivos, mas isso só tapa o buraco a curto prazo. A Finlândia é um pais quase homogêneo em se tratando de distribuição de renda, quase uma economia planificada.

 Gente, por favor, tentem corrigir a si próprios antes de criticar os outros. Pode ser mais difícil, mas é mais honesto.

Revelado por Lumi - Lílian Rose Black às 15h12

Enviar esta mensagem

19/09/2008

Música Finlandesa

 Olá a todos, tudo bom? É muito bom poder voltar a postar! Estive trabalhando neste blog nos últimos dias, fazendo um novo layout (que ainda não ficou pronto) e divulgando isto aqui ao comentar em outros blogs. Agradeço a todos que leram o último post e até estou satisfeita com número de comentários para o meu primeiro texto publicado por aqui. Hoje vou falar um pouco do que eu ouço de música da Finlândia. Como gosto não se discute, não sei se vocês também apreciarão. Resolvi dar uma diversificada nos gêneros, para poder agradar todos os gostos. =)

 Não achem que é alguma coisa muito exótica ou diferente do que nós estamos acostumados, em se tratando da música pop que hoje é ouvida por lá. A forte influência norte-americana equaliza a cultura de todo o mundo hoje, e embora com algumas características regionais próprias em todos os países são produzidos sons semelhantes na essência. Já a música tradicional finlandesa, fica para outro post. Para nós brasileiros, a música finlandesa tem seu lado bom e mau: o bom é que a língua finlandesa tem uma sonoridade muito agradável, então é fácil simpatizar com os vocais. O mau é que temos dificuldades para achar a tradução das letras para o português. De qualquer modo, a música não tem fronteiras e boa música sempre pode nos encantar, não importa em que língua tenha sido composta. Aqui vão alguns exemplos de meus cantores favoritos. Tente ouvir pelo menos os dos gêneros que vocês gostam para conhecer.

Pop:

Jenni Vartiainen - Ihmisten edessä

 

 Letra aqui Tradução aqui

 Outras músicas recomendadas: Herra Kädelläsi, Toinen, Mustaa kahvia

 Eletrônica:

 Movetron - Ei kenenkään maa

Letra aqui

 Outras músicas recomendadas: Romeo ja Julia, Ristinolla, Missä Sä Oot.

 Rap:

 Bomfunk Mc's - Freestyler

 

Letra aqui

 Outras músicas recomendadas: Super Electric, B Boys and Fly Girls, Hypnotic.

 Metal:

 Tarja Turunen - I Walk Alone (cantada em inglês)

 

Letra aqui - Tradução aqui

 Outras músicas recomendadas: Die Alive, Poison, Sing for me.

 Espero que vocês gostem. ^^ Por fim, um agradinho. Agradeço à Giuliane, primeiro raio de sol (aurinko) após o inverno (lumi). =) Obrigada por ter sido a primeira a comentar neste blog.

 Beijos a todos e até breve

Revelado por Lumi - Lílian Rose Black às 22h30

Enviar esta mensagem

17/09/2008

 

 

 Saudações! Muito prazer, pra quem não me conhece ainda eu sou a Lílian. Resolvi criar um blog para falar um pouco sobre a Finlândia depois de ver como é difícil encontrar informações em português sobre isso. Comecei a me interessar pelo assunto por torcer para um piloto finlandês (o Kimi Räikkönen). Tenho um outro blog, só que diferente desse não é um blog temático mas sim um blog pessoal, então como lá gosto de falar de outros assuntos senti necessidade de criar um espaço para a Finlândia em separado. Pretendo falar um pouco de tudo sobre esse país por aqui: a música, o esporte, curiosidades e o que mais vier aparecendo! ^^ Espero que vocês apreciem a leitura.

 Para um post inicial, nada de muito grandioso. ^^" Estou começando aqui com uma imagem de autoria de um finlandês tirada de um site chamado Kokoelmat, onde podemos ver o sol brilhando sobre a neve. Acho que a principal coisa que eu aprendi com o Kimi foi a jamais desistir, então essa imagem e a do layout para mim é bem apropriada para transmitir isso: não importa o quão longa e fria seja a noite, o Sol sempre retorna. =) Daí o nome do blog e a imagem do layout. O Sol da Meia Noite é uma das coisas mais encantadoras da Escandinávia e atrai muitos turistas, não só para a Finlândia como também para a Noruega. Vocês podem obter maiores informações sobre isso aqui: http://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/o-sol-meia-noite.htm

 Posto novamente em breve,

Beijos

Revelado por Lumi - Lílian Rose Black às 21h46

Enviar esta mensagem

Tervetuloa!

Saudações! Sejam muito bem-vindos ao Aurinko ja Lumi, (O Sol e a Neve)! Espero poder compartilhar com vocês algumas informações legais e conhecer novas pessoas que também tenham interesse na Finlândia.

Arquivos

09/11/2008 a 15/11/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
14/09/2008 a 20/09/2008



Link-Me



Links!



Flog da Banda K
Comunidade da K no Orkut

Análise F1

I Love it Loud

Créditos